Manual de Iniciação a Uma Vida Banal

«No princípio era o verbo – a palavra e depois a rima
Que provocou reacções como se fosse uma enzima
No princípio era a tesão, a fúria e a sofreguidão,
depois veio a calma, a procura do saber e a satisfação –
inspiração para uma vida melhor, um caminho melhor
um mundo melhor para uma pessoa melhor
Benvindo ao Manual de Iniciação a Uma Vida Banal
ou o Diário de Bordo de uma nave especial
Anos em preparativos, tratamentos narrativos,
tantos curativos – dou graças a Deus por estarmos vivos
Em evolução permanente, seja ponto bem assente:
quando o meu coração sente a minha boca não mente
Escrevo desde o meu início, nasci com esse vício
não importa tempo e espaço – o ambiente é propício
Faço a apologia da lírica terapia
Palavra de Honra – Honrarei a Palavra todo o santo dia
O manual não tem soluções – apenas algumas sugestões,
outras tantas questões, envoltas em várias canções
À procura do caminho certo, nunca estivemos tão perto
o primeiro acto está no final – o livro fica aberto
A lição foi bem estudada, a rota foi traçada
tripulação motivada – a Doninha tá preparada
Vai começar: Desaperta o cinto e acende um cigarro
Relaxa a tua mente como se fosse barro»

Daweasel

(PostRating: 0 hits today, 0 yesterday, 6 total, 1 max)