XML pode feder

A Universidade de Huelva desenvolveu uma sub-linguagem XML para a descrição de odores: lê-se “Criamos uma linguagem informatizada que permite a transmissão de odor” e “XML Smell language”.

Por um lado isso dá medo… Já imaginaram uma nova geração de vírus que pode empestar o ar?

Mas por outro lado, vai ser possível entrar no site da Fernanda Lima e sentir o perfume dela.

(PostRating: 0 hits today, 0 yesterday, 8 total, 2 max)