Louca paixão de mão única

Vou contar a história de uma paixão que não deu certo, mas foi um aprendizado para o protagonista homem.

O protagonista homem e a protagonista mulher eram funcionários públicos e com idade próxima entre eles – o que, para o protagonista homem, era um grande atrativo. Durante muito tempo foram apenas colegas de trabalho, na mesma sala, com grande afinidade.

Mas depois de uma semana de menos trabalho e mais conversa, tudo mudou. O protagonista homem começou, depois do final dessa semana, a ver a mulher com outros olhos. Os olhos da paixão. Mas a moça era comprometida.

Tempos depois ela mudou de emprego. A amizade (mais por parte dela) e a paixão (só por parte dele) continuava. Muitos telefonemas e encontros para almoçar. Nesse tempo todo, só mão na mão, uns poucos cafunés mais ousados e só uma tentativa de beijo. Um dia ela contou que tinha terminado o namoro, que era muito longo e já desgastado. O protagonista homem pensou, por algum tempo, que a vida era bela. Mal ele sabia que ela já estava com outro. A ironia: o outro trabalhava com ela.

A paixão desgastou-se mas continuou por algum tempo até que o protagonista homem decidiu deixar rolar. Os encontros e telefonemas foram escasseando (mas os protagonistas sempre lembram-se dos aniversários de ambos). A amizade permaneceu. O amor dele por ela se transformou.

O que sucedeu-se depois? A protagonista mulher casou-se em dezembro de 2000, com um terceiro – um matemático. Fez mestrado na área de tecnologia e outra graduação, em direito. Ganhou um cargo de chefa. O protagonista homem continuou vagando pelo mundo e procurando alguém interessante. Teve outras paixões e obsessões, mas aquela fez com que ele se sentasse e aprendesse mais sobre o sexo oposto. Aprendeu, entre outras coisas, que paixão de mão única pode dar o maior engarrafamento.

Agora ele acredita que encontrou. Mas continua aprendendo. A história do protagonista homem continua…

(post comunitário “Originale do Brasile” – você encontra os links dos outros posts no Carpe Diem by Micha)

(PostRating: 0 hits today, 0 yesterday, 11 total, 1 max)