Dona Magna (ou Magda?)

Em mais um capítulo do “Big CPI Brasil”, o reality show de Brasília…

Mais uma vez o Rio extrapolou, dessa vez no quesito corrupção em fundos de pensão. No Big CPI Brasil, já ocorreram diversos depoimentos de presidentes e diretores de fundos. Os caras chegam lá, deitam falação, mentira ou verdade não se sabe (provavelmente mentira a maior parte do tempo), mas o fato é que os caras vendem o seu peixe de uma forma até convincente, para quem está assistindo e não é do ramo.

Pois bem, ontem foi o depoimento da dona Magna (ou Magda), ex-diretora de Investimentos da Prece (fundo de pensão da CEDAE, recordista em perdas financeiras), nomeada pelo governo Garotinho/Rosinha, provavelmente com a participação do Deputado Eduardo Cunha, aquele que deixa um rastro de bosta por onde passa (Telerj, Cohab, etc). Pois bem, a dona Magna (ou Magda) simplesmente levou um gerente subalterno, que respondia a todas as perguntas, já que ela mesma se declarou “não profissional do ramo”. As perguntas eram dirigidas a ela e ela simplesmente dizia que o cara ia responder, o que ele realmente fazia. Tipo da coisa que é preciso ver para acreditar.

Suspeito que na Prece a função de Dona Magna (ou Magda), a diretora de investimentos, era dizer ao gerente: “Precisamos de mais R$ 10 milhões. Te vira.”

(PostRating: 0 hits today, 0 yesterday, 8 total, 1 max)