Eu vi a dancinha do Mick Jagger

E fui mesmo ao show dos Stones na praia, com a presença de uma grande galera de fora do Rio. Infelizmente não cheguei cedo (no caso, antes de meio-dia) e não pude encontrar a todos. Quem manda morar longe da Zona Sul? Demorei mas encontrei minha galera. Só não entendi que louca deu no Inagaki, que disse que tinha que ir ao hotel e não voltou mais.

Durante o show, fui pro meio do povo, quase perto do palco. Fiquei lá com a Viva, Luna, Gabi e seu namorado Guto. Depois juntaram-se aos bons o Donizetti (que inexplicavelmente foi pro hotel tomar banho e voltou de calça comprida, enfim, vá entender o paulista…) e o mesmo amigo dele que foi ao niver de Biajoni.

Deus, aquele mesmo que descansou no sétimo dia, segundo a Gabi, também estava lá. E também Cheshire e Carol.

Antes dos Stones teve o Afroreggae (que ganhou o apelido Afro-é-GUEI), que não acompanhei direito, e os Titãs. Que cantaram todas aquelas músicas conhecidas, mas não adianta, “Marvin” não funciona sem o Nando Reis. E depois de uma longa demora proporcionada pela nefasta TV Globo, que transmitiria o show ao vivo, os velhinhos britânicos entraram com “Jumpin’ Jack Flash”. Mick Jagger, o Beiçola inglês, fez a sua famosa dancinha, saracoteando como uma serpente. 🙂

Tumulto? Teve sim, mas muito pouco. Andaram distribuindo um melzinho colorido que deixou muito moleque doidão. Saímos no meio de Satisfaction para o inferno, já que foram mais 2 milhões de pessoas tentando fazer o mesmo, ao mesmo tempo.

– Ao contrário da Luninha, que encontrava toneladas de amigos por onde passava, de conhecido só vi o André Machado.

– Nem o Gustavo Motel, meu colega de trabalho, eu vi por lá. O canaaaalhaaaa (piada interna) virou VIP, o que não impediu o furto de seu celular.

– A madrugada terminou na Mansão Nóvoa, um lugar agradabilíssimo (como as anfitriãs), com vista para o Cristo e onde o nosso barulho não incomodou os vizinhos. Tinha cachorro quente e cachorro frio. E eis que de repente, surge na porta… Patrícia Köhler! Ela tinha dormido lá. Adorei revê-la, mesmo por tão pouco tempo. Enfim, adorei rever todos.

Fotos aqui

– Sim, Bono fala português melhor do que Mick.

(PostRating: 0 hits today, 0 yesterday, 4 total, 1 max)