Johnny Furacão

Johnny Furacao

Esta e’ a historia de Johnny Furacao
Um cara que bem cedo desejou ser campeao
Vivia alimentando esse desejo profundo
Da pista ele queria ser o melhor do mundo

Juntou dinheiro
Ninguem queria
Mas Johnny testava seu carro todo dia

Sonhava ter um dia o seu nome no jornal
E o povo gritando que ele era o maioral

20 segundos ele conseguiu na milha
Tratava sua Porche como se fosse filha
Tala 10, gasolina de aviao
Assim era o carro de Johnny Furacao

Tudo pronto
Nao falta nada
So’ a vitoria e o beijo da namorada

Mas afinal chegou o grande dia
Tanta gente assim ha’ muito tempo que eu nao via
Camilo, Marivaldo, os irmaos Fittipaldi
Em corrida assim nao existe campeao que falte

A largada
Disputada
Johnny sai na frente num pique diferente

Alguem comenta na multidao
Vixe esse cara ainda vai ser campeao!

A vitoria ja’ vai chegando
Johnny de alegria ja’ esta’ chorando
Esta’ pensando no que vai dizer
Nao pode aparecer chorando na TV

E falta pouco pra ele ser o maioral
Quando o carro quebra na rua principal

* Música de Roberto e Erasmo Carlos, gravada em 1969 pela RGE (compacto); saiu há pouco tempo como faixa bônus na caixa com os discos do Erasmo da época da Jovem Guarda.

(primeiro post “oficial” do nababu.org; postado originalmente em 18 de fevereiro de 2002)

(PostRating: 0 hits today, 0 yesterday, 5 total, 1 max)