Se o Capitão Nascimento fosse político

Capitão

– Nas CPIs, todos os depoimentos seriam feitos utilizando o “saco da verdade”.

– O Gabeira estaria fodido.

– O Capitão teria que ir a Brasília toda semana, mas ele iria “armado cumpádi, e de roupa preta!”

– Se algum parlamentar achasse os discursos sobre “estratégia” chatos e começasse a dormir, ele daria uma granada sem pino para o parlamentar segurar.

– Quando os deputados pedissem a palavra “pela ordem” por 10 minutos, ele responderia: “Vossa Excelência é um fanfarrão, Sr. 06. V. Excia tem DEZ SEGUNDOS com a palavra”.

– Ele ia acabar com uma disputa para a presidência da Câmara ou do Senado simplesmente dizendo a um dos candidatos “Vossa Excelência é o novo xerife, Sr. 08”.

– Ele acabaria com a dívida externa brasileira botando tudo na conta do Papa.

– Ele viraria pro Renan e falaria: “Tira esse terno preto porque você não é senador, você é moleque!”

– O Zé Dirceu não teria sido cassado, mas caçado.

– Não existiria mais votação no Conselho de Ética. Ele simplesmente bateria na cara do deputado e gritaria “Pede pra sair!”

– Quando os parlamentares reclamassem dos salários a resposta dele seria sempre: “Mas quem disse que a vida é fácil?”

– O Palocci, antes de renunciar, teria ouvido que “o lugar dele é com puta, o lugar dele é com cafetão”.

– Se um parlamentar fosse renunciar para escapar da cassação, ele teria antes que subir na tribuna e dizer alto “Eu desisto!” para todo mundo saber que ele é um fraco ou corrupto. E todos os colegas gritariam para ele: “Seu merdaaaaaa!”

– Pra finalizar, ele esfregaria a cara desses políticos safados no corpo de todos os que morrem por causa das verbas desviadas da saúde, da segurança, da educação, daria uns tapas na cara deles e diria a verdade: “Quem matou esse garoto aqui foi você, seu viado!”

(fonte)

(PostRating: 0 hits today, 0 yesterday, 5 total, 1 max)