8.8.8.8 – o novo número da Besta?

Se já andavam dizendo por aí que o Google andava a passos largos para se transformar no Big Brother, SkyNet, Dr. Evil ou coisa que o valha, há mais um motivo para continuarem dizendo.

O Google lançou na semana passada seu serviço de DNS gratuito e público. DNS é um dos serviços mais importantes da internet, é uma espécie de “lista telefônica” da rede. Basicamente o DNS transforma um nome de domínio em um endereço IP, ao acessar este blog, por exemplo, ele transforma o “nababu.org” em um número do tipo 69.70.162.115, que é o IP do servidor onde o blog está hospedado. Os domínios (como o nababu.org ou o uol.com.br) são nomes amigáveis para que as pessoas possam decorar e escrever com facilidade.

O serviço do Google é supostamente parte de um projeto para tornar a rede mais rápida. Para ver como funciona, é preciso configurar as propriedades de conexão da internet do seu computador, colocando o IP do servidor DNS da empresa. No caso o número é 8.8.8.8 (e também o 8.8.4.4, que é o DNS secundário, o outro é o primário). Alguns testes mostram que o Google DNS pode ser muito rápido, especialmente para usuários fora dos EUA e do Canadá. O Google DNS se limita a converter os nomes de domínio, ao contrário de serviços concorrentes como o Open DNS, que permitem também bloquear sites específicos e sites pornográficos, servindo como uma ferramenta de segurança para internet familiar ou empresarial.

Não deixa de ser um bom serviço, visto que os serviços DNS dos provedores andam muito toscos e até “sequestram” as consultas a domínios que não existem1. Mas e os tais planos de dominação do mundo a que me referi acima? Poderia a MAFIAA convencer o Google a entregar quem baixou música e filme sem os devidos direitos? O Google vai agregar mais dados sobre os hábitos de uso de serviços online do que já agrega? O mundo vai acabar no dia 8 de agosto de 2088 (8/8/88), 76 anos depois de 2012? 8.8.8.8 é o novo número da Besta?

(PostRating: 0 hits today, 0 yesterday, 14 total, 4 max)
  1. Brasil Telecom, Oi, GVT e outras operadoras o fazem []