Auto-biografia sobre um Gavião

Se estivesse vivo, Antonio Carlos Jobim estaria completando oitenta e três anos de idade nesta semana. Em uma de suas redações dos tempos de menino, o mestre da nossa música já mostrava preocupação com o meio ambiente. Através de seu Gavião de Penacho, Tom Jobim já estava de olho nos pombos do Rio de Janeiro.

Colégio Andrews
Rio, 2 de outubro de 1939
Antonio Carlos Jobim

Auto-biografia sobre um Gavião

Moro nas matas da Tijuca. Sou um enorme Gavião de Penacho. Quando passo voando em grande altitude por cima de chácaras e casas espanto as galinhas que, apressadas, escondem seus filhotes. Os pombos aterrorizados procuram os pombais até que eu me afaste. Não fez ainda um mês que um grupo de chacareiros organizou uma batida em minha procura só porque um dia, por falta de outra caça, lhes comi um pombo. Felizmente não me mataram pois me conservei a grande altura fora do alcance de suas mortíferas carabinas.

(PostRating: 0 hits today, 0 yesterday, 23 total, 4 max)