EPISÓDIO III

Star Wars

Durante quase 30 anos, muitos fãs queriam saber como surgiu essa história de Iscaióker, Darth Vader e Chewbacca. Então chega o Episódio III, a ponte entre essa história e o Episódio II, que mostra o início da guerra clônica e o começo da viagem de Anakin para o lado obscuro (ou negro) da Força.

Com o Episódio III acaba tudo. E acaba de forma magistral. É o melhor dos seis filmes. Lucas, muito mais rico, pode agora fazer seus filminhos experimentais de novo.

Os efeitos deixam maravilhados aqueles que achavam o máximo a tosqueira que era o carro do Luqui Iscaióker correndo no deserto. Gostei muito da luta de Obi-Wan (Ewan McGregor, um lord britânico perfeito) com o General Grievous, este com 4 sabres de luz (que a legenda chamou de espadas). Algumas semelhanças com o Vaticano, a Casa Branca e a política brasileira podem ser observadas. (Sim. No Episódio I Anakin era um garotinho.)

O som do filme é excelente, mesmo tendo visto o filme numa das saletas do Downtown, que eu não frequentava há muito tempo – o último filme que vi lá foi “Bellini e a Esfinge”, acho.

(Veja também o que escreveram sobre o filme: Nemo Nox, Nullius, Alex Castro, Ricardo Calil, Bernardo Carvalho, Zander (a caráter), Lulu, Suely dos Enta, Déa, Mr. Starling, Cabeça, Cris Dias e DaniCast)

(PostRating: 0 hits today, 0 yesterday, 2 total, 1 max)