E AGORA LUÍS???

E AGORA LUÍS???

Tua fome acabou…
Tua vida mudou…
Tua luz se acendeu…
O povo clamou…
O dia chegou…
O povo votou..
Teu olhar se perdeu.
E agora Luís?

E agora Luís?
Já tens a nação…
Teu discurso venceu…
Já podes beber,
Já podes comprar.
Já podes fumar…
Já podes amar…
Vestir tu já podes…
E agora Luís?

E agora você…
Você, que é José.
você que apoiou…
Você que tem garra…
Que tem esperança….
Que vaga no mundo…
Que olha pro mundo…
Que ama, se engana…
que vibra, protesta,
Você, e agora?

A noite clareou…
O dia enfim veio…
O povo surgiu…
O povo vibrou…
e acompanhou..
Surgiu a utopia…
Nem tudo nasceu…
Nem tudo chegou…
Nem tudo mudou.
Você, e agora?
E agora Luís?

Não és um José?
Tua dura palavra…
Teu instante de febre…
Tua fome e trabalho…
Tua falta de livros….
Tua força e vontade…
Tua luta, tua causa…
E agora, Luís?
E agora Luís?

Teu discurso mudou!
O teu terno importado.
tuas constantes viagens…
Tua incoerência…
Tua doce revolta,
De teu peito mudado,
Luís, e agora?

Com o país na mão
Quer abrir as portas
para o mundo pobre.
Mas há poucas portas
para serem abertas

Quer matar a fome
Deste povo pobre
Mas há muita fome
para ser sanada.

Quer dar alimento,
Quer criar emprego
mas há pouco alento
para este Estado.

Quer fazer justiça,
Mas não há justiça
nem nesta cidade.

Se você pudesse.
Se você sentisse,
Se você gemesse,
Se você lembrasse

Se você soubesse, Luís
Mas você não lembra, Luís.
Você é de carne,
E o poder encanta.

Neste mundo de plástico
Onde quase tudo se rasga,
Você se rasgou?
Você não se esqueceu?
Ataram suas mãos?
O povo se perdeu?
Então… e agora?
Sentado no trono
Qual bicho sem dono.
Não podes tremer
Não podes chorar
Não podes vencer
Mal podes lembrar…
Luís, e agora?

O tempo passou.
O Luís se elegeu.
O homem mudou.
O mundo mudou.
e tudo mudou.
O mundo cresceu,
O desemprego cresceu.
A fome cresceu
e tudo cresceu
O povo aumentou,
A desilusão aumentou.
A vida não pára
O povo caminha, Luís
Mas Luís, para onde?”

ATUALIZANDO: poema de autoria de Robério César Camilo dos Santos (cesarcamilobol.com.br)

(PostRating: 0 hits today, 0 yesterday, 14 total, 2 max)